Cientistas descobrem nova classe de antibióticos capaz de combater bactérias resistentes

Foto: Euro News

Pesquisadores da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, descobriram uma nova classe de antibiótico capaz de matar a Acinetobacter baumannii, uma superbactéria resistente às classes de medicamentos disponíveis até o momento.

“A Acinetobacter baumannii resistente a carbapenêmicos (CRAB) emergiu como um importante patógeno global com opções de tratamento limitadas. Nenhuma nova classe química de antibiótico com atividade contra A. baumannii chegou aos pacientes em mais de 50 anos”, lembram os pesquisadores em um artigo publicado nesta quarta-feira (3/12) na revista Nature.

Ao analisar um banco de dados com 44.985 moléculas, os cientistas encontraram a zosurabalpina, uma nova classe de antibióticos de moléculas pequenas eficaz principalmente contra a A. baumannii carbapenêmico-resistente (CRAB, na sigla em inglês).

O antibiótico, desenvolvido em parceria com o Grupo Roche (Suíça), foi testado em placas de laboratório infectadas e em camundongos e foi capaz de inibir o crescimento da bactéria em ambos.

A. baumannii possui moléculas de lipopolissacarídeos (LPS) na membrana externa que impedem a penetração de antibióticos na célula. O zosurabalpina, por sua vez, age na cadeia de transporte do LPS da membrana interna para a externa da bactéria (periplasma). O antibiótico se liga a um complexo de proteínas na membrana da bactéria conhecida como LptB2FGC.

Fonte: Metrópoles

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solverwp- WordPress Theme and Plugin